Planos de Previdência Privada segmentam atuação para atrair novos clientes


O planejamento da aposentadoria é uma preocupação cada vez mais comum entre os brasileiros, uma vez que o sistema de Previdência Social possibilita rendimentos de, no máximo, R$ 2.894,28 ao mês. No entanto, a maioria dos segurados recebe bem menos que esse valor, além de passar meses - ou até anos - nas filas das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para conseguir receber o benefício.

Com isso, o mercado de seguros está investindo cada vez mais nas carteiras de Previdência Privada. A idéia é que o segurado use a reserva dos planos privados para complementar a renda na hora de se aposentar.

As seguradoras e os bancos que comercializam os planos de previdência privada disputam novos clientes, desenvolvendo produtos para atrair diversos segmentos. Nesse sentido, um dos destaques foi o lançamento do plano de previdência complementar da SulAmérica Seguros, em parceria com a Federação, o FenacorPrev, que inclui benefícios e condições especiais exclusivas para o corretor de seguros. 

De abrangência nacional e sem taxa de carregamento, o FenacorPrev oferece taxas de administração mais competitivas e diferentes opções de investimentos, seja em renda fixa ou em ações. 

"Desenvolvemos este produto de maneira a prestigiar o corretor, com vantagens que ele não encontra no mercado", afirma Carlos Alberto Trindade, vice-presente de Vendas e Marketing da SulAmérica.



Funenseg (05/11/2007)