EUA estudam entrar no capital das companhias de seguros


WASHINGTON, 25 Out 2008 (AFP) - Após assumir parte do capital dos principais bancos do país, o governo americano considera agora fazer o mesmo com as companhias de seguros, usando para isso parte dos 700 bilhões de dólares do plano de resgate financeiro aprovado pelo Congresso, informou neste sábado o The Wall Street Journal.

O jornal afirma que as próprias seguradoras estão oferecendo esta possibilidade ao governo, acreditando poder se beneficiar da operação no atual contexto agudo de crise.

Citando fontes próximas à operação, o WSJ indica que as companhias MetLife, Prudential Financial e New York Life Insurance Co. estão interessadas em estudar esta opção.

No mês passado, o governo dos Estados Unidos salvou da quebra a American International Group (AIG), maior seguradora do país, adquirindo 80% de seu capital.



France Presse (G1 Globo) ()